Clareamento Dental

Por menos do que você imagina.
Confira o preço Orçamento após consulta com dentista avaliador
*

Agende já sua consulta ou exame. Ligue para (85) 3311.6060

O que é?

Mesmo quem tem uma higiene dental exemplar acaba, com o passar do tempo, percebendo que os dentes acabam ficando amarelados. Por isso, o clareamento dental é tão importante para manter um sorriso bonito. Trata-se de um processo em que o dentista auxilia na remoção de manchas e corrige a descoloração dos dentes.

 

 

Quais os tipos de Clareamento Dental

Clareamento convencional (a gel)

O clareamento convencional (conhecido também como clareamento caseiro) é uma das formas mais comuns de se fazer um branqueamento dentário pois oferece, entre outras vantagens, a possibilidade de fazer o branqueamento no conforto da sua casa.
No procedimento, os dentes podem ser clareados através de géis que liberam de oxigênio. O paciente molda uma placa de clareamento que será confeccionada em laboratório. Juntamente com o gel clareador, o paciente usará a placa em casa durante o período determinado pelo dentista.

Clareamento a laser

Nesse procedimento,  os dentes são clareados através de pastas oxidantes liberadoras de oxigênio. O profissional isola os dentes para proteger a gengiva e aplica um agente clareador, que recebe um feixe de luz provocando uma reação química que possibilita o branqueamento dos dentes. É um procedimento feito apenas em clínicas odontológicas, com profissionais especializados.

Clareamento interno

Método indicado para pacientes que necessitaram passar por tratamento de canal, que consiste em realizar o clareamento dental por dentro do dente. O tratamento de dentes escurecidos é possível através de métodos de clareamento simples, minimizando o efeito causado nos dentes que recebem tratamento de canal.

5 Fatos que você precisa saber sobre o Clareamento dental

  1. É natural que o dente não fique absolutamente branco

    Isso pode acontecer porque alguns dentes simplesmente não são brancos como papel. É necessário que você converse com o seu dentista e entenda as possibilidades de clareamento para a cor específica de seu dente.

  2. Creme dental clareador não resolverá sozinho

    Ainda que prometam resolver todos os problemas, as pastas de dente clareadoras não substituem o procedimento profissional.

  3. Existem contra indicações

    Pessoas com hipersensibilidade nos dentes não são indicadas a fazerem clareamento. O procedimento poderá gerar uma inflamação aguda de difícil tratamento.

  4. O tratamento não é vitalício

    Não basta fazer clareamento uma única vez na vida. Você precisará repetir o procedimento a mais ou menos cada 2 anos para manter seus dentes sempre brancos.

  5. É necessário mudar os hábitos

    Após o tratamento, os dentes ficarão mais sensíveis e com maior aderência a pigmentos que podem escurecê-lo Por isso, o tratamento não é indicado para fumantes ou pessoas que consomem muito café.

Fontes: http://www.sorrisologia.com.br/noticia/5-mitos-e-verdades-sobre-clareamento-dental-que-voce-precisa-saber_a2353/1

Agende sua consulta

Clique no horário desejado