Blog Clínica SiM | Clínica Popular em Fortaleza

Sinais de alergia em crianças e como tratar

sinais de alergia

Com cada vez mais conservantes incluídos nos alimentos, e a correria do dia a dia, os sinais de alergia em crianças são cada vez mais comuns, despertando a preocupação dos pais.

Intolerância à lactose, à proteína do ovo, a produtos feitos à base de trigo, frutos do mar ou até mesmo amendoim costumam ser as reações alérgicas mais comuns, e podem acompanhar os pequenos a vida toda.

Para orientar os pais sobre como identificar os sinais de alergia em crianças e como trata-las elaboramos um texto com todas as orientações sobre o tema.

Quais os principais sinais de alergia em crianças?

Após tomar um copo de leite, a criança se queixa de muita dor no estômago. Ao voltar da festa um amigo, surgem inúmeras manchas pelo corpo por ter comido um sanduíche. Esses são apenas alguns dos sinais de alergia em crianças.

Resposta do organismo ao contato de substâncias que causam inflamações respiratórias, intestinais ou cutâneas, as alergias devem ser identificadas e tratadas o mais rápido possível, para evitar prejuízos maiores à saúde das crianças.

Para identificar estes episódios, os pais e responsáveis devem ficar atentos aos seguintes sinais de alergia em crianças: placas avermelhadas e inchadas pelo corpo, lábios e língua inchados, dificuldade para respirar, diarreia e cólicas.

São indicativos de crises alérgicas também as cólicas, gases, coceiras no nariz, espirros frequentes e falta de ar.

Como identificar a alergia em crianças?

Para identificar se uma criança é alérgica a um determinado produto ou alimento, ela deve ser submetida a exames específicos, que colocam seu corpo em contato com a substância que provoca estes sinais de alergia.

Além dos testes feitos sob a pele, o médico solicita também um teste sanguíneo, para determinar quais substâncias a criança é intolerante. Embora estes exames possam ser feitos em bebês, os resultados são mais confiáveis se realizados em crianças a partir dos três anos.

Como a alergia em crianças é tratada?

Depois de identificado qual a causa da alergia, o tratamento da alergia consiste em afastar a criança dos produtos ou alimentos que provoquem reações alérgicas.

Caso os pais identifiquem quaisquer sinais alérgicos, devem dar à criança os medicamentos receitados pelo médico para combater a crise. Porém, caso surjam sintomas graves, como língua inchada ou dificuldade para respirar, a criança deve ser levada imediatamente ao médico.

Como prevenir as crises alérgicas?

A prevenção das crises alérgicas em crianças envolve a adoção de medidas muito simples. Durante os primeiros meses de vida, a amamentação deve ser feita apenas com leite materno.

Para prevenir os sinais de alergia em crianças é importante deixar animais com pelos longe do quarto dos pequenos. Entretanto, o contato com animais é benéfico e auxilia no fortalecimento do sistema imunológico,

As consultas rotineiras ao pediatra, mesmo quando a criança não está doente, são fundamentais para evitar e identificar o desenvolvimento de alergias, e iniciar o tratamento destas, caso apareçam, a tempo.

Observar atentamente a pele das crianças, para identificar possíveis dermatites é outro cuidado importante para identificar os sinais de alergia nas crianças.

Até os cinco anos é comum a sensibilidade a xampus, sabonetes e outros cosméticos.

Escolher com cuidado a alimentação, priorizando alimentos ricos em vitaminas e minerais ajuda a fortalecer o sistema imunológico dos pequenos, aumentando  a resposta do organismo a elementos que possam ocasionar crises alérgicas.

Mesmo incomum nas primeiras fases da vida, o estresse pode desencadear sinais de alergia, pois deixam as crianças vulneráveis. São potenciais causadores de estresse a perda de um ente querido ou o divórcio dos pais.

A prática de natação é benéfica para  fortalecer o sistema imunológico, minimizando o risco  de alergias e asma. Entretanto, é importante que a piscina seja de água aquecida e com sal. Temperaturas mais baixas e o cloro podem desencadear crises alérgicas ao longo do tempo.

Saiba Mais

Seus filhos estão apresentando alguns dos sintomas citados no artigo? Procure a orientação de um especialista, agende uma consulta com um alergologista e comece agora o tratamento das crianças.

Gostou? Compartilhe!
Sobre o autor:

Deixe seu comentário