Blog Clínica SiM | A maior rede de clínicas do Nordeste

9 erros mais comuns de quem tenta emagrecer

erros ao emagrecer

Atualmente, muitas pessoas buscam perder aqueles quilinhos em diferentes programas de emagrecimento. No entanto, acabam por prejudicar a própria saúde por não tomarem os devidos cuidados com a alimentação. Assim, para você que pretende iniciar uma dieta corretamente, atente-se nos principais erros mais comuns de quem tenta emagrecer.

Perder o excesso de peso pode parecer uma tarefa bastante complicada. Muitas vezes você poderá se sentir que está fazendo tudo minuciosamente certo, mas quase sempre não percebe os resultados por seguir conselhos desacertados ou que não passam por atualizações por um bom tempo.

E como conquistar aquele tão sonhado corpo ainda é o sonho de consumo de muitos que buscam na dieta uma saída para acabarem de uma vez com todas com os quilos indesejados, vale a pena redobrar a atenção para evitar complicações futuras com a saúde do seu corpo. Isso porque, de nada adianta passar por todos processos de emagrecimento, quando o mesmo está sendo realizado de maneira completamente descabida.

Portanto, descobrir todos os erros mais comum que uma pessoa pode cometer ao tentar emagrecer pode ajudar você chegar no seu peso ideal sem cometer os mesmos equívocos, encarando uma dieta de maneira saudável, sem muito sacrifícios, respeitando os limites do seu corpo, e com um acompanhamento de um profissional.

Quais são os 9 principais erros de quem tenta emagrecer?

Focar apenas nas escalas de peso são os principais erros mais comuns de quem tenta emagrecer. Apesar de seguirem à risca uma dieta, acaba se frustrando por não sentir uma diferença rápida e significativa na balança.

1 Interpretação Errada de Ganhos e perdas de peso

Muitos não entendem que tais números são apensas medidas em escala. O peso em si sofre influência por diferentes fatores, tendo como grande exemplo as variação de fluidos no organismo. Isso acaba camuflando o real valor de quantos quilos a pessoa realmente perdeu, dependendo da hora do dia em que ela se submeteu a tais medidas.

De fato, o peso de uma pessoa pode variar em até aproximadamente 2kg no perigoso de um dia, dependendo da quantidade de líquido e alimentos ingeridos.

Além disso, alterações hormonais podem contribuir na retenção de líquido, principalmente em mulheres devido ao aumento dos níveis de estrogênio, que acarreta em valores indesejáveis do peso em escala.

Fazer exercidos pode ser uma boa saída para colocar seu corpo em atividade, auxiliando também na perda de gordura e ganhos de massa muscular. Quando isso começar, você irá sentir suas roupas ficando mais largas, principalmente na região da cintura, apesar de um valor estável em escala do seu peso.

Fazer medição com fita métricas e registros fotográficos de si mesmo, pode revelar toda sua evolução, e confirmar que está realmente perdendo gordura.

2 Não equilibrar na quantidade

Comer muito também pode ser um erro cometido quase sempre por quem inicia uma dieta. Para perder peso é importante ter um controle na alimentação, principalmente com relação ao déficit de calorias para ajudar na perda de peso.

Isso porque deve-se ter uma queima mais rápida de calorias comparado com o que é consumido. No entanto, estudos científicos mostram que há uma variação de perda de peso de pessoa para pessoa,de acordo com o tipo de metabolismo.

Além disso, é típico das pessoas acharem que estão ingerindo muitas calorias, quando na verdade estão consumindo valores abaixo do esperado, subestimando aquilo que comem sem nenhum tipo de referência.

Pensar que se alimentar de alimentos saudáveis te da a liberdade de comê-los quando quiser é um grande engano, pois eles também quando em excesso podem ser convertidos em valores calóricos elevados, que se aproximaram de um alimento gorduroso como uma de uma carne vermelha. O segrede disso tudo é saber ponderar nos tamanhos das porções, para evitar os excessos e acúmulos indesejáveis de gorduras localizada.

Em contrapartida, fazer uma redução drástica dos percentuais de caloria pode ser danoso. Isso pode ser verificado também em algumas outras pesquisas de pacientes que apresentavam um déficit de consumo daquilo esperado por nutricionistas, e acabaram por desenvolver uma desaceleração do metabolismo, e perda muscular.

3 Praticar exercícios de maneira abusiva

Quem nunca associou perder peso com ficar horas e horas na academia que atire a primeira barra de chocolate. Brincadeiras à parte, isso é um erro recorrente, dado que durante a prática de exercícios físicos, há também perda de peso e alguma massa muscular, que depende de outros inúmeros fatores.

Assim, é evidente notar que uma pessoa que se dedica em fazer exercícios físicos promovem menores perdas de massa magra, com eliminação mais rápida de gordura, e de quebra evita um retardamento do metabolismo. O resultado é fantástico, pois você pode perceber que quanto mais magro (a) você estiver, mais fácil será de manter ou até mesmo perder peso.

Mas com essa dica específica o dobro de atenção pode ser necessário quando há uma prática abusiva de exercícios, pois também pode acarretar em alguns problemas de saúde, pois quando se tem um ritmo excessivo de exercícios em longo prazo.

Assim, o estresse poderá aparecer com o tempo, gerando um desconforto para quem não consegue balancear com sensatez os exercícios físicos. Além de que, pode se ter uma variação de hormônios de adrenalina, o que liga diretamente aos sintomas de estresse.

Forçar a queima de calorias não é um procedimento eficaz e saudável, e deve ser substituídos por exercícios que possam realmente contribuir para um emagrecimento correto.

4 Praticar exercícios de maneira abusiva

Escolher alimentos com baixo teor de gordura ou diet para grande maioria é uma escolha certeira para quem quer emagrecer, mas por incrível que pareça, pode ter um efeito totalmente contrário.

E sabe por que isso acontece? A resposta é simples, pois como muitos desses produtos são processados e prometem baixo teor de gordura, no entanto, o sabor acaba ficando pouco agradável, e com isso há uma adição maios de açúcar, que acaba sendo uma saída para disfarçar o gosto.

Além do que, esses produtos causam uma sensação de sacies por pouco tempo, tornando-se tendencioso no seu consumo descomedido. É preferível optar por um alimento correto, e investir em combinações nutritivas, do que continuar consumindo esses tipos de produtos com baixo teor de gordura ou diet.

5 Não ter uma meta bem estipulada

Elaborar metas mirabolantes, ou simplesmente ignorar qualquer tipo de meta é bastante comum de ver por aí espalhadas entre as pessoas que querem emagrecer, pois pouco adianta perder um valor exagerado de peso tomando atitudes radicais e com inúmeras privações para alcançar o objetivo do projeto fitness. Além de que a perda de peso não deve ser encarado como um processo árduo, mas sim aprazível.

Cortar hábitos que lhe proporcionam prazer não é sensato para quem gosta de experimentar tudo aquilo que há de bom, mesmo por quem quer emagrecer. Se sair com amigos no final de semana para comer aquele sanduíche te faz muitíssimo bem, e te causa alegria, saiba que não precisa abrir mão dessas ocasiões. Basta tentar optar por cardápios com opções mais variadas e saudáveis, além de desfrutar de menores quantidades.

6 Não contar com ajuda de um especialista

Tentar perder peso sozinho é uma atitude completamente arriscada, pois é importante ter por perto um acompanhamento de um profissional. Até porque, ninguém melhor do que seu médico ou nutricionista para lhe informar a respeito dos alimentos, como por exemplo, os tipos de nutrientes que eles podem oferecer.

7 Perder a motivação no meio da dieta

Se desmotivar é o primeiro passo para o fracasso de um amadurecimento. Bons resultados surgem com bastante persistência e determinação por um estilo de vida mais saudável.

Muitos que pretendem começar uma dieta se cansam antes mesmo de iniciar uma reeducação alimentar e uma prática de exercício, por ser uma longa jornada. Ficam ansiosos pelos resultados e acabam esquecendo de focar no principal, que é emagrecer com saúde.

Largar tudo pro alto e correr para o restaurante mais próximo pode parecer tentador, mas as primeiras semanas são fundamentais para essas mudanças de hábitos alimentar.

8 Se comparar com resultados de outras pessoas

Criar comparações com outras pessoas na mesma situação é o velho ditado de achar a grama do vizinho mais verde. No entanto, por trás disso tudo existem diversos fatores que te fazem único, pois cada organismo tem uma resposta diferente para o mesmo estímulo. Logo, concentre seus pensamentos em seus próprios objetivos, e desligue-se dos resultados alheios.

9 Não se comprometer com o objetivo

Não se empenhar é o erro mais frustrante, pois toda meta deve vir acompanhada de uma ação. Criar situações ou desculpas por aquilo que você poderia ter feito no seu processo de emagrecimento não irá queimar calorias.

Por isso, alcançar o sucesso depende de muita garra e força de vontade em querer emagrecer. E deixar para amanhã pode atrasar seus planos de uma vida mais saudável, pois no final de um expediente sempre rola aquele convite para uma piza, e seu projeto de vida acaba sempre sendo adiado por mais um dia.

Portanto, o emagrecimento vai além do que apenas exercícios para o corpo e uma alimentação balanceada, mas sim um resultado de um conjunto de ações em benefício próprio. E ter um conhecimento dos principais erros mais comuns de quem tenta emagrecer, é poder assegurar de uma pratica segura de uma vida mais saudável e prazerosa.

Gostou? Compartilhe!
Sobre o autor:

Deixe seu comentário