Blog Clínica SiM | Clínica Popular em Fortaleza

5 dicas de cuidados com a pele durante a gestação

cuidados com a pele durante a gestação

A gravidez provoca mudanças em todo o corpo e a pele não fica fora disso. Com o aumento dos hormônios em circulação, a pele passa a produzir mais oleosidade e se torna mais sensível ao sol. Já o ganho de peso e o crescimento da barriga provocam distensão das fibras da pele, inchaço e sobrecarga das veias.

Com tantas mudanças é natural que a mulher tenha que adotar cuidados com a pele durante a gestação. Quer conferir que cuidados são esses? Listamos 5 dicas para você!

Capriche na hidratação

Para acomodar o bebê, o aumento das mamas e o ganho de peso em geral, a pele da mulher precisa esticar bastante durante a gravidez. Esse processo demanda uma grande elasticidade das fibras, que podem se romper e gerar as temidas estrias — principalmente durante o terceiro trimestre que é quando a barriga mais cresce.

No entanto, quando a pele está bem hidratada, as fibras ficam mais elásticas, se rompem menos e a pele se mantém sem estrias. Por isso, é recomendada a hidratação da pele com óleos (amêndoas, macadâmia, argan, sementes de uva) ao final do banho e em seguida com cremes com vitamina E, manteiga de karité ou lanolina.

Abuse do protetor solar

As mudanças hormonais fazem com que a pele da grávida adquira manchas escuras quando exposta ao sol, os chamados melasmas. O ideal, portanto, é que a grávida evite o sol durante os nove meses de gestação e não se esqueça de aplicar protetor solar (FPS 50 ou mais) diariamente, reaplicando o produto a cada duas ou três horas.

Embora os melasmas costumem desaparecer após a gravidez, eles podem ser permanentes em algumas mulheres, demandando tratamentos para clarear a pele. O mais fácil, portanto, é evitar que eles surjam desde o princípio da gravidez fazendo o uso adequado do protetor solar.

Coloque os pés para o alto

O grande volume da barriga e os hormônios da gravidez prejudicam o retorno do sangue das pernas para o coração, gerando inchaço e dilatando as veias. Para quem já tem uma predisposição genética, isso é suficiente para gerar varizes grossas que não sumirão depois do parto.

Para evitar esse problema, é importante que a mulher coloque os pés acima do nível da barriga à noite e nos momentos de descanso e, para quem fica muito tempo parada ou em pé no trabalho, é recomendado também o uso de meias elásticas.

Tenha atenção aos produtos e procedimentos proibidos

Como muitas substâncias podem ser absorvidas pela pele e alcançar a circulação sanguínea do bebê, alguns produtos cosméticos comuns são proibidos para grávidas. Cremes clareadores com hidroquinona estão proibidos, o que impede o tratamento dos melasmas durante a gestação. No caso dos hidratantes, a ureia e o ácido retinoico não podem estar presentes na lista de ingredientes, por exemplo.

Já em relação aos procedimentos, tratamentos com laser e aplicação de botox, são contraindicados durante toda a gestação, enquanto a drenagem linfática só está liberada a partir do segundo trimestre.

Controle o ganho de peso

Quando a mulher exagera e engorda excessivamente na gravidez, a chance dela desenvolver estrias, celulite e varizes é bem maior. Por isso, é fundamental conferir o peso nas consultas de pré-natal e se disciplinar para resistir à tentação de comer por dois, optando sempre por uma dieta bem equilibrada e saudável.

A prática de atividades físicas de baixo impacto, como caminhada, natação, hidroginástica e yoga, também ajuda a controlar o ganho de peso e a melhorar o condicionamento físico da gestante.

Já aprendeu os cuidados com a pele durante a gestação? Confira outros hábitos que você deve adotar durante esse período da vida!

Gostou? Compartilhe!
Sobre o autor:

Deixe seu comentário